CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO NO BRASIL: UMA ANÁLISE INTER-REGIONAL POR MEIO DE INDICADORES

José Nilton de Melo, José Ricardo de Santana, Gabriel Francisco da Silva

Resumo


Na atualidade, a inovação e o conhecimento passaram a ser considerados como uma das principais fontes do crescimento e desenvolvimento econômico, tanto em países desenvolvidos quanto em países em desenvolvimento, como o é caso do Brasil. Políticas de apoio à C,T&I passaram a representar um importante fator para o desenvolvimento das economias dos países por promoverem um processo de desenvolvimento associado às capacitações tecnológicas, ganhos com inovações, aumento da participação no mercado internacional, ampliação e fortalecimento do mercado interno. Dessa forma, ampliar e modernizar a infraestrutura de pesquisa é condição fundamental para criar um ambiente propício para a produção de conhecimento, transferência de tecnologias e processo inovativo no país. Diante desse contexto, o presente trabalho tem como objetivo analisar a eficiência da infraestrutura de pesquisa das regiões brasileiras em transformar os recursos públicos em resultados científicos e tecnológicos, utilizando-se como método de pesquisa os indicadores de ciência, tecnologia e inovação, nos segmentos insumo (input) e resultado (output). Os dados mostram que as regiões nordeste, norte e centro-oeste, em comparação com as regiões sul e sudeste, possuem uma capacidade inferior de transformar recursos de pesquisa e desenvolvimento (P&D) em resultados científicos e tecnológicos, principalmente no quesito inovação.

Palavras-chave


Infraestrutura de pesquisa; Indicadores de ciência, tecnologia e inovação; indicadores de input e output.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.






ISSN 1809-239X

RBGDR está indexada em: