IMPACTOS SOCIOAMBIENTAIS CAUSADOS PELA EXTRAÇÃO DE AREIA E SEIXO EM PORTO GRANDE/AP E SUA RELAÇÃO COM O DESENVOLVIMENTO LOCAL

Cleane do Socorro da Silva Pinheiro, Ronaldo Lopes Rodrigues Mendes, Marcelo José de Oliveira

Resumo


Este artigo aborda a atividade de extração de areia e seixo e sua relação com o desenvolvimento local, em Porto Grande/AP. O objetivo é analisar quais os impactos socioambientais foram gerados pela atividade e se ela tem contribuído com o desenvolvimento deste município. Esta abordagem desenvolvimentista é atribuída como desenvolvimento humano, o qual é considerado pela ONU como sendo a satisfação de um conjunto de requisitos de bem-estar e qualidade de vida. Para a realização da pesquisa, foi feita uma avaliação qualitativa dos impactos gerados pela a extração realizada em terra firme e no leito do rio Araguari, através da Avaliação dos Impactos Ambientais (AIA), com o uso dos métodos Matriz de Interação, complementada com a Listagem de Controle, adaptadas de estudos anteriores. A correlação da atividade minerária com o desenvolvimento foi feita a partir da relação de dados sociais e econômicos com a CFEM. Os dados indicam que a atividade em si tem uma certa influência sobre alguns índices sociais e econômicos. Não obstante, nas áreas onde ocorrem as extrações dos agregados existe um grande passivo, causando um desequilíbrio entre fatores socioeconômicos (renda, saúde e educação) com o meio ambiente.

Palavras-chave


Degradação ambiental; Desenvolvimento socioambiental; Recuperação de áreas degradadas.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.






ISSN 1809-239X

RBGDR está indexada em: